Demanda para verão faz Celesc investir R$ 250 milhões em melhorias

SC deve receber oito milhões de turistas e distribuidora se prepara para atendimento

Com uma expectativa de ter um crescimento de 30% no turismo interno nesta temporada de verão, a Celesc também fez o seu plano de ações para o verão. O governo de Santa Catarina estima receber oito milhões de visitantes. Para receber os turistas, as obras previstas somam um investimento de R$ 250 milhões, além da contratação de mais 300 profissionais extras para reforçar as equipes da área comercial e de atendimento de emergência.

O sistema elétrico de alta tensão, composto pelas linhas de transmissão e subestações, recebeu investimentos de aproximadamente R$ 90 milhões. Os recursos contemplam a implantação de seis novas subestações e ampliação da capacidade transformadora de outras 21 unidades, além da construção de 90 quilômetros de linhas de transmissão. Entre as obras finalizadas até dezembro deste ano, estão as subestações Palhoça Pinheira, Concórdia São Cristóvão, Tangará, Presidente Getúlio e Ingleses, todas na tensão de 138 kV, além da subestação Santa Cecília, na tensão de 69 kV. Na média e baixa tensão, a previsão é concluir 2015 com aproximadamente R$ 160 milhões em investimentos, que contemplam a ampliação e melhoria de redes, construção de alimentadores e instalação de equipamentos especiais, como 300 religadores telecontrolados, dispositivos que registram rapidamente os locais afetados pela falta de energia e religam trechos de rede por comandos a distância.

A subestação Ingleses deve estar concluída até abril de 2016. No entanto, está prevista uma etapa provisória, com a energização de um transformador de potência em dezembro deste ano. A subestação melhorará o atendimento elétrico ao Norte da Ilha, beneficiando cerca de 80 mil pessoas e incrementando a qualidade do serviço prestado na região. As ações preparatórias para a temporada têm foco ainda nas regiões de Itajaí, nos balneários de Camboriú e vizinhanças, e, no Norte do Estado, na região de São Francisco do Sul e Ubatuba, com melhorias nos sistemas de alta, média e baixa tensão.

Até o final de 2015, serão investidos R$ 12 milhões em poda e roçada para redução das ocorrências, já que cerca de 30% são relacionadas à vegetação na rede. O objetivo é evitar desligamentos e minimizar interferência de fatores climáticos em linhas de distribuição. Outra medida foi a avaliação periódica da rede elétrica por meio de termovisores. Nos últimos seis meses, foram inspecionados 11 mil quilômetros de rede, em que foram identificados 833 “pontos quentes”, que foram substituídos preventivamente, antes que pudessem ocasionar alguma interrupção no fornecimento de energia.

De dezembro a março a Celesc reforça as equipes de atendimento técnico e comercial, por meio da Operação Verão e da Operação Apoio Técnico, iniciativas que recebem investimentos de R$ 3 milhões e incrementam em cerca de 20% seu quadro próprio de profissionais. A Celesc irá contratar 39 equipes adicionais de eletricistas. No mesmo período, são contratados 30 atendentes para integrar as equipes das lojas de atendimento presencial nos municípios de Florianópolis, Joinville, Itajaí, Tubarão e Criciúma. O call center da empresa também recebe incremento de 30% na força de trabalho, passando dos 230 postos de atendimento para 300, durante o verão.