Leilão A-5: BNDES fixa em 50% financiamento para UHEs e térmicas a gás e carvão

Banco vai financiar 70% para PCHs, eólicas e térmicas a biomassa

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social fixou em até 50% o valor do financiamento para hidrelétricas e térmicas a carvão e gás natural. Para Pequenas Centrais Hidrelétricas, eólicas e térmicas a biomassa, o valor do investimento a ser financiado será de até 70%. O prazo de amortização ficou em até 20 anos para projetos hidrelétricos e de até 16 anos para as demais fontes.

O custo do financiamento será a Taxa de Juros de Longo Prazo mais a remuneração básica do BNDES, de 1,2% ao ano; e a remuneração de risco, de até 2,87%, conforme o risco de crédito do cliente. O banco deixou em aberto a possibilidade de conversão do sistema de amortização da dívida de SAC para Price quando houver emissão d debêntures de infraestrutura, sendo o valor do crédito do banco dimensionado de acordo com o Sistema SAC.

O BNDES também colocou as condições para financiar a aquisição de máquinas e equipamentos importados sem similar nacional. O custo financeiro será de uma cesta de moeda ou custo de mercado mais remuneração básica do BNDES, de 2% ao ano; taxa de risco de crédito, de até 2,87%; e a taxa de intermediação financeira, de 0,5% ao ano. Além da remuneração da instituição financeira credenciada, que depende de negociação entre as partes.