Bandeira vermelha ajuda a deixar IPCA-15 em 0,35% em agosto

No grupo habitação, energia teve alta de 4,27% e destacou no

O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo 15 teve variação de 0,35% em agosto, o segundo maior resultado do ano, ficando atrás apenas do mês de fevereiro, com 0,54% e bem acima da taxa de -0,18% de julho. A energia elétrica foi o destaque do grupo habitação, com alta de 4,27%, devido a entrada da bandeira vermelha nas contas de luz. Houve ainda o reajuste de 5,15% desde 4 de julho em uma concessionária de São Paulo (6,92%), e de 6,87% em Belém (6,42%), em vigor desde 7 de agosto. O grupo variou 1,1%, ficando abaixo apensa de transporte (1,35%) e foi responsável por 0,15 ponto percentual da composição do índice.