Copel irá construir linha de transmissão para escoar energia de Baixo Iguaçu

Empreendimento terá investimentos de R$ 34 milhões e deve iniciar operação ainda em 2018; outros R$ 40 milhões serão aplicados na construção da nova subestação Medianeira, que deverá ficar pronta até março de 2019

A Copel anunciou que está construindo uma nova linha de transmissão que irá conectar as subestações Realeza Sul e Baixo Iguaçu, no sudoeste do Paraná. Com 38 quilômetros de extensão, o novo empreendimento vai ajudar a escoar a energia produzida na Usina Hidrelétrica Baixo Iguaçu, que deve começar a gerar energia ainda este ano.

A linha vai passar pelos municípios de Capanema e Realeza e a previsão é de que entre em operação até dezembro deste ano, operando em alta tensão (230 kV). “Serão R$ 34 milhões em investimentos, o que tornará o sistema de transmissão na região mais robusto e confiável”, afirmou o presidente da Copel, Antonio Guetter.

O novo circuito irá aliviar sobrecargas em situações de emergência nos circuitos que atendem as regiões de Cascavel e de Realeza. “Além disso, deve criar uma nova rota para escoamento da energia a ser produzida na usina”, destacou o diretor da Copel Geração e Transmissão, Sergio Luiz Lamy.

O canteiro de obras principal está montado em Realeza. Atualmente, cerca de 40 pessoas estão mobilizadas nas frentes de serviço, preparando as fundações para a instalação das 87 torres previstas no projeto e que devem começar a ser montadas em março.

Além dos investimentos na linha de transmissão, outros R$ 40 milhões estão sendo aplicados na construção da nova subestação Medianeira, que deverá ficar pronta até março de 2019. “Esse conjunto de obras é fundamental para melhorar ainda mais a qualidade do fornecimento de energia nas regiões oeste e sudoeste do Paraná”, acrescentou o diretor.