Aneel e Cade autorizam compra de PCHs pela Statkraft

Valor do negócio anunciado no final de outubro é de cerca de R$ 700 milhões

A Agência Nacional de Energia Elétrica e o Conselho Administrativo de Defesa Econômica autorizaram, sem restrições, a transferência do controle societário da EDP Pequenas Centrais Hidrelétricas (EDP PCH) e da Santa Fé Energia (Santa Fé), atualmente detidos pela EDP Energias do Brasil, para a norueguesa Statkraft Energias Renováveis. O despacho do Cade foi publicado na última terça-feira, dia 20 de novembro, no Diário Oficial da União. Entretanto, as partes devem aguardar um período adicional de 15 dias antes de autorizadas formalmente a implementar a operação.
Em outubro deste ano, a Statkraft firmou um acordo com EDP Energias do Brasil para adquirir 100% das ações referentes a um cluster de oito pequenas centrais hidrelétricas operacionais no estado do Espírito Santo.  Com a aprovação, a capacidade da empresa no Brasil será de cerca de 450 MW. Negócio foi anunciado no final de outubro ao valor de cerca de R$ 700 milhões e é uma das primeiras ações da empresa norueguesa no sentido de atender a uma nova estratégia global da empresa, definida em meados de 2018 e que coloca o Brasil como um dos mercados prioritários, conforme explicou o CEO no país, Fernando de Lapuerta à Agência CanalEnergia.