EDP anuncia novo programa de aceleração para startups de energia

Starter Acceleration Program busca projetos nas categorias Energias Limpas, Soluções com Foco no Cliente, Inovação Digital, Armazenamento de Energia, Redes Inteligentes e Inovação em Processos Internos. Módulos contemplam América Latina, América do Norte e Europa

A EDP anunciou que irá reunir em um só programa global as inciativas de aceleração de startups que mantém nos países onde atua. A ação parte do sucesso dos projetos EDP Open Innovation e EDP Starter Brasil e Espanha, que acabaram por dar aval à criação do Starter Acceleration Program, que contará com o apoio das aceleradoras ACE e LMarks, duas especialistas em projetos de inovação e empreendedorismo e referência nas geografias em que atuam. Com as inscrições abertas em 2 de abril, a busca é por startups com tecnologias inovadoras e aplicáveis ao setor de energia e à cadeia de valor da empresa.

Para Livia Brando, gestora executiva de Estratégia, Inovação e Ventures da EDP Brasil, a companhia vem desenvolvendo o ecossistema empreendedor local nos últimos dois anos, sendo a globalização do programa Starter, em 2019, uma ótima oportunidade para alcançar as mais incríveis startups mundiais, além de reforçar as propostas na América Latina. “Estamos muito animados com a possibilidade de descobrir novas soluções para o setor de energia”, afirmou.

Como neste ano a busca será por projetos em todo mundo, o programa de aceleração passará a ter módulos em três regiões – Europa (em Madri, Espanha), América Latina (em São Paulo, Brasil) e América do Norte (em Houston, Estados Unidos), – regiões nas quais a EDP possui forte presença e experiência reconhecida na área da Inovação. Serão selecionadas 10 startups para cada módulo, as quais passarão por uma semana de imersão para o desenvolvimento das propostas de projetos-piloto junto à empresa, com apoio do time de especialistas da companhia, além das mentorias das aceleradoras. Ao final do processo haverá um Demoday, no qual as startups farão os pitchs. As startups com maior potencial participarão do evento final a ser realizado em novembro, em Lisboa, durante o Web Summit.

As propostas escolhidas serão contempladas com um stand no WebSummit, um dos maiores eventos de inovação, empreendedorismo e tecnologia à níveis mundiais, podendo apresentar suas soluções ao mercado e prospectar novas oportunidades de negócio. A startup mais bem avaliada será premiada com 50 mil euros. Pedro Waengertner, sócio-fundador da ACE, mostrou-se satisfeito com a parceria exclusiva da EDP na América Latina. “Juntos, podemos construir um relacionamento rico que impulsiona o setor elétrico com o ritmo da tecnologia”, comentou, afirmando que uma das prerrogativas da aceleradora é ajudar a empresa a explorar novos modelos de negócio, mercados e empreendimentos.

“Apoiamos fortemente toda companhia que deseje trabalhar com o melhor parceiro tecnológico, independentemente de onde ele esteja localizado mundo. Essa abordagem nos permite trazer os melhores talentos e ideias, com uma rápida validação do mercado. Inovar ao lado dos nossos parceiros é o DNA da ACE”, definiu.

Em conformidade com as áreas estratégicas da EDP, o Starter Acceleration Program busca projetos em seis categorias: Energias Limpas, Soluções com Foco no Cliente, Inovação Digital, Armazenamento de Energia, Redes Inteligentes e Inovação em Processos Internos. Durante o programa, as startups vão também ter acesso a vários benefícios, com destaque para as mentorias de especialistas em inovação de todo o mundo e análises pela EDP Ventures para potenciais investimentos. O primeiro módulo será realizado em Madri, no mês de junho, seguido de São Paulo, em julho e Houston, em setembro. As startups têm até o dia 6 de maio para se inscreverem através da página do programa.