EDPR vende usina eólica por R$ 650 milhões para reciclar capital

Actis aceitou pagar R$ 650 milhões pelo empreendimento e assumiu mais R$ 550 milhões em dívidas

A EDP Renováveis, braço de geração do grupo português EDP, anunciou nesta segunda-feira, 29 de julho, a venda do complexo eólico Babilônia, de 137 MW, localizado no estado da Bahia.  A Actis aceitou pagar R$ 650 milhões pelo empreendimento e assumiu mais R$ 550 milhões em dívidas. A transação está sujeita a aprovações dos órgãos responsáveis.

Em operação desde o quarto trimestre do ano passado, o complexo eólico Babilônia firmou contratos de 20 anos no leilão de energia de reserva de 2015. Segundo a EDPR, a venda de empreendimentos operacionais faz parte da estratégia da companhia para reciclar ativos e reinvestir em novos projetos que permitam criar valor e crescimento.

Incluindo a transação anunciada hoje, a EDP Renováveis já alcançou aproximadamente 25% do objetivo de € 4 bilhões em venda de ativos para o período 2019 a 2022.