Selo Energia Verde já foi entregue a dez consumidores do mercado livre

Cooperativa, hotel, supermercado, indústria de plástico, laboratório de análises clinicas, dentre outros setores adquiriram um montante de 51 mil MWh sucroenergéticos para consumo ao longo de 2019, seja de usina ou comercializadora certificada

Um total de dez consumidores de energia elétrica no ambiente de contratação livre já detém o Selo Energia Verde, emitido pela União da Indústria de Cana-de-Açúcar (Unica), no âmbito do Programa de Certificação da Bioeletricidade, em parceria com a CCEE e apoio da Associação Brasileira dos Comercializadores de Energia. Os consumidores conseguiram a certificação por adquirem energia elétrica no mercado livre diretamente de usinas que produzem energia a partir da cana-de-açúcar ou através de comercializadora de energia também certificada pela Unica e associada à Abraceel.

Até agora são dez consumidores representados por cooperativa, hotel, supermercado, indústria de plástico, laboratório de análises clinicas, dentre outros. Estes adquiriram um montante de 51 mil MWh para consumo ao longo de 2019, diretamente de usina sucroenergética ou de comercializadora certificada, que por sua vez comprou bioeletricidade de usina que participa do Programa.

Estima-se que esse consumo de 51 mil MWh seja equivalente ao consumo anual de quase 30 mil residências e, por estar vinculado à produção de bioeletricidade, possa evitar a emissão de mais de 15 mil toneladas de CO2, marca que somente seria atingida com o cultivo de 100 mil árvores nativas ao longo de 20 anos.