Bloqueio em rodovias põe em risco suprimento elétrico de Roraima

MME enviará técnicos a Boa Vista/RR para acompanhar as condições de atendimento às usinas termelétricas

O Comitê de Monitoramento do Setor Elétrico (CMSE) está preocupado com o abastecimento elétrico de Roraima. Desde o início da semana tem ocorrido bloqueios na rodovia que liga Manaus (AM) a Boa Vista (RR), por onde passa o combustível para abastecimento das termelétricas. A região tem sofrido com falhas de energia desde que a deixou de receber energia da Venezuela e atualmente depende da geração termelétrica para garantir o fornecimento à população.

Na ata divulgada pelo CMSE nesta quinta-feira, 7 de novembro, o órgão informou que está em “monitoramento permanente” a logística de suprimento de combustível pela rodovia BR-174. “Foi informado que desde o dia 04 de novembro de 2019 tem ocorrido bloqueios na rodovia, em trecho próximo a Boa Vista/RR, devido a manifestações locais, o que tem afetado o transporte de combustível na região. O MME enviará técnicos a Boa Vista/RR para acompanhar as condições de atendimento às usinas termelétricas”, escreveu o CMSE.

Desde o terceiro trimestre deste ano, o fornecimento da Venezuela foi interrompido e um esquema especial tem sido praticado para garantir o abastecimento elétrico do estado, utilizando geração térmica a óleo diesel.

Expansão – a expansão verificada em setembro foi de 895 MW de capacidade instalada de geração de energia elétrica, 16 km de linhas de transmissão e 862 MVA de capacidade de transformação. Em 2019, a expansão do sistema, até outubro, totalizou 5.940 MW de capacidade instalada de geração, 8.683 km de linhas de transmissão e 12.233 MVA de capacidade de transformação.