Desarme em subestação de Brasília interrompe 200 MW do SIN

Tempestade que acometeu capital do país na manhã da última quinta-feira (7) contribuiu para corte de carga da CEB, afetando também o sistema de distribuição da cidade

O desligamento automático da subestação Brasília Centro, na capital do Distrito Federal, provocou o corte de 200 MW de carga da CEB na região na manhã da última quinta-feira (7), informa o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS). Segundo o ONS, o desarme da SE foi registrado às 08:24 horas, quando descargas atmosféricas e chuva forte atingiam a cidade. A normalização dos equipamentos foi iniciada 11 minutos depois da ocorrência, e das cargas, às 08:52 horas, não sendo informado horário de término do restabelecimento.

Em nota, divulgada no mesmo dia, a CEB informou que está atuando com capacidade total para normalizar o fornecimento após o temporal, que apresentou rajadas de vento a 70 Km/h. “Logo após o acionamento do sistema de proteção elétrica, o plano de contingência da companhia para ocorrências dessa natureza foi posto em prática, de forma que a rápida atuação para o restabelecimento das subestações permitiu que as equipes técnicas iniciassem os atendimentos aos chamados emergenciais dos bombeiros”, diz o documento.

Prioridade é para ocorrências que envolvem danos em cabos de alta tensão  (foto: CEB divulgação)

Foram diversos casos de árvores caídas, postes abalroados e cabos partidos, ocorrências que necessitam receber atendimento prioritário, pois envolvem danos em cabos de alta tensão. Ao longo do dia, a empresa contabilizou 1.400 chamados abertos para atendimento, e 78 equipes de manutenção foram destacadas ao longo do dia para atender à demanda e restabelecer a normalidade para imóveis sem energia.

Ainda que a possibilidade da falta de energia seja inerente ao sistema de distribuição, a CEB Distribuição declarou estar focada na melhoria da eficiência da sua atuação para que falte cada vez menos energia em Brasília e nas regiões administrativas do Distrito Federal. O objetivo é lidar melhor com situações atípicas como a da manhã desta última quinta-feira, conseguindo restabelecer o fornecimento energético em um intervalo de tempo cada vez menor. “As equipes seguirão atuando, inclusive na madrugada, para normalizar o fornecimento a todos os consumidores”, finaliza a nota.