MME aprova 162,7 MW solares como produção independente no Ceará

Enquadramento também junto ao Reidi envolve seis usinas do parque solar Milagres, num investimento total planificado em R$ 625,6 milhões, livre de encargos

O Ministério de Minas e Energia autorizou as centrais de geração fotovoltaica Milagres I, II, III, V e VI, localizada no município cearense de Abaiara, a operar na modalidade de produção independente de energia elétrica. As UFVs, que também foram enquadradas pelo MME junto ao Regime Especial de Incentivos para o Desenvolvimento da Infraestrutura (Reidi), foram adquiridas no meio deste ano pela empresa britânica Lightsource BP e tem 162,7 MW de capacidade prevista, cada usina com 20 unidades geradoras de aproximadamente 1,6 MW de potência.

As obras para construção dos empreendimentos devem durar menos de um ano, indo de maio de 2022 até janeiro de 2023. Com a aprovação junto ao Reidi, os projetos irão angariar um total de R$ 625,6 milhões em investimentos, já descontados cerca de R$ 188,3 milhões dos encargos PIS/PASEP. A deliberação foi publicada no Diário Oficial da União e no portal do MME.