Energisa convoca empreendedores de inovação para o Energy Future

Chamada de projetos de P&D e startups está aberta até 28 de fevereiro e terá eventos de apresentação em MS, PB e RO

Empreendedores têm até o dia 28 de fevereiro para inscreverem seus projetos de Pesquisa & Desenvolvimento (P&D) e de startups em uma das principais chamadas de inovação do setor elétrico brasileiro. As ideias finalistas serão apresentadas, em evento, a seis grandes concessionárias, incluindo o Grupo Energisa, que fazem parte do Energy Future, hub virtual de inovação do setor de energia elétrica.

A companhia promoverá roadshows ao longo deste mês por três estados de regiões diferentes, atendidos por suas distribuidoras. Em Mato Grosso do Sul, o encontro aconteceu em Campo Grande, na Faculdade Senai, no dia 13. Já na Paraíba, o evento ocorrerá no Instituto de Tecnologia Têxtil e Confecções, em João Pessoa, no dia 18. Em Rondônia, por sua vez, o road show será no salão de convenções da FIERO, na Casa da Indústria, no dia 20 de fevereiro.

As iniciativas devem se enquadrar em seis categorias: Renováveis e Storage (soluções de geração, conversão, armazenamento de energia e gestão de tecnologias, por exemplo); Smart Grid e Meter (redes e medição inteligentes); Gestão Energética (aperfeiçoamento das fontes, monitoramento do uso de recursos, etc.); Novos Negócios em Geração e Transmissão; Serviços ao Cliente de Distribuição (hardware, software, mobilidade elétrica, arrecadação, serviços financeiros); Performance e Digitalização (soluções de conectividade e para a troca e envio de dados).

O gerente de inovação da Energisa, Alexandre de Castro, resume a estratégia da empresa em tempos de intensa evolução tecnológica. “A inovação faz parte dos nossos valores essenciais e, nesse sentido, está em curso um programa de transformação digital consistente, baseado em três pilares: a jornada do cliente, a eficiência operacional e a eficiência administrativa. Com ele, queremos nos posicionar na liderança desse novo momento para o setor”, afirma.

Já Apolo Lira, Business Development do Energy Future, disse que o evento é um marco, sendo “a representação da capacidade do setor elétrico para investimento em inovação e da tendência das concessionárias em juntar forças e se aproximar do universo empreendedor”.