Limp se despede após quase dois anos na Aneel

Ele deixa a autarquia para ocupar o cargo de secretário de Energia Elétrica do MME

Após um ano e dez meses como diretor da Agência Nacional de Energia Elétrica, o consultor legislativo Rodrigo Limp deixou a autarquia oficialmente nesta terça-feira (17) para ocupar o cargo de secretário de Energia Elétrica do Ministério de Minas e Energia. Ele compareceu para uma despedida durante a reunião semanal da agência reguladora, quando agradeceu a equipe e destacou o momento único de alinhamento das instituições do setor elétrico, que tem como principais organizações a Câmara de Comercialização de Energia Elétrica, o Operador Nacional do Sistema Elétrico, a Empresa de Pesquisa Energética, a Aneel e o MME.

O novo secretário, que assume o posto de condutor da discussão da modernização do setor no governo, recebeu os cumprimentos dos diretores André Pepitone, Sandoval Feitosa e Elisa Bastos Silva. Todos destacaram o respeito e a admiração pelo colega de diretoria.

Ele será substituído no colegiado pelo ex-superintendente da autarquia Hélvio Guerra, que ocupava atualmente a função de secretário-adjunto de Planejamento e Desenvolvimento Energético do ministério. A nomeações de Limp e Guerra foram publicadas hoje, no Diário Oficial da União.

Funcionário de carreira da Câmara do Deputados, o agora ex-diretor da Aneel será o sucessor de Ricardo Cyrino, que deixou a secretaria no ano passado, após pedir exoneração do cargo. Ele já fez parte do quadro de especialistas da agência como servidor concursado, entre 2007 e 2015, quando passou no concurso da Câmara.

O novo secretário é formado em Engenharia Elétrica pela Universidade Federal de Juiz de Fora, mestre em Economia do Setor Público e especialista em Direito Regulatório de Energia pela Universidade de Brasília, além de ter MBA em Gestão de Empresas de Energia Elétrica pela Fundação Getúlio Vargas.