Projeto digital facilita trabalho remoto na Eletronorte

Empresa intensificou o uso ferramentas já utilizadas desde o fim do ano passado

Com uma solução de trabalho virtual implantada em novembro de 2019, a Eletronorte não precisou de grandes adaptações para colocar a maior parte de seus colaboradores em esquema de home office, com a chegada ao Brasil da pandemia do coronavírus. Ferramentas implantadas com o projeto de transformação digital, como o compartilhamento e o acesso a documentos digitais, foram reforçadas com o uso intensivo da Rede Privada Virtual e de ferramentas colaborativas para facilitar o trabalho remoto.

“A TI precisou viabilizar em poucos dias que a empresa funcionasse remotamente, porém sem perder o olhar na segurança da nossa infraestrutura tecnológica”, explica o superintendente de Tecnologia da Informação da estatal, Wanderson Ales. As equipes de TI da empresa tem trabalhado remotamente para diminuir o impacto da quarentena para empresa, segundo o técnico, com o desafio de conduzir iniciativas para a automação de processos e avaliar os riscos cibernéticos do novo modelo trabalho.

A digitalização de processos permite o acesso online a todos os documentos e o envio de mensagens instantâneas e de convites para reuniões virtuais. Também podem ser feitas videoconferências em alta definição, com a integração das equipes que atuam em nove estados da Amazônia Legal, em São Paulo e no Distrito Federal.

O diretor de Gestão Corporativa, Wanderley Uchoa, destacou que os processos internos foram mantidos normalmente, e a empresa adotou o home office onde foi possível implantá-lo. As ferramentas virtuais são aplicados inclusive nas reuniões da diretoria. “É, sem dúvida, um desafio para todos, mas para a Eletronorte a existência dessas tecnologias facilitou muito”, disse o diretor.