Ocorrência no Amapá corta 661 MW de carga e produção de UHEs

Desarme da subestação Macapá interrompeu 199,44 MW de energia da CEA e rejeição das hidrelétricas Ferreira Gomes, Cachoeira do Caldeirão e Coaracy Nunes

Uma ocorrência às 20:20 horas do último sábado (04) no Amapá foi responsável pela interrupção de 661 MW de cargas do Sistema Interligado Nacional (SIN), com a rejeição da produção de três hidrelétricas na região. Segundo o boletim diário do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), o evento começou a partir do desligamento automático da subestação Macapá, em 230 kV, provocando o corte de 199,44 MW da Companhia de Eletricidade do Amapá (CEA), além das rejeições às UHEs Ferreira Gomes (210 MW), Cachoeira do Caldeirão (180 MW) e Coaracy Nunes (72 MW).

De acordo com o Operador, a normalização das cargas foi iniciada em 42 minutos após o desarme da SE, sendo finalizada somente às 02:31 do domingo (5).