Acionistas da Chesf aprovam incorporação de transmissora

Operação envolvendo a SPE Delmiro Gouveia integra diretriz estratégica da holding para simplificação de suas estruturas societárias

A Assembleia Geral de Acionistas da Chesf aprovou a incorporação da Transmissora Delmiro Gouveia, informa a Eletrobras em comunicado na última terça-feira (12). O movimento foi orquestrado pela controladora, que pretende chegar ao final desse ano com 62 Sociedades de Propósito Específico em seu quadro organizacional.

Em nota, a holding afirmou que a operação é mais uma ação da iniciativa “Racionalização das Participações Societárias”, que integra a diretriz estratégica “Eficiência de Geração e Transmissão” do Plano Diretor de Negócios e Gestão 2020/2024, e que inclui incorporações, venda, troca de participações entre sócios e encerramentos de SPE’s, visando a simplificação das estruturas societárias da estatal.

A TDG foi criada em 2010, obtendo outorga de 30 anos para implantação, manutenção e operação de instalações de transmissão compostas pelas linhas São Luís II e São Luís III, de 36 Km no Maranhão, e pela subestação Pecém II, em 500/230 kV e 3.600 MVA e Aquiraz II, 230/69 kV – 450 MVA, no Ceará, além de diversos trechos de LTs.