Vazão mínima de Serra da Mesa volta a 300m³/s em junho

Hidrelétrica com maior reservatório da bacia hidrográfica do rio Tocantins encerrará período de flexibilização temporária

A hidrelétrica de Serra da Mesa (GO) voltará a liberar uma vazão mínima de 300m³/s a partir da próxima segunda-feira, 1º de junho, informou a Agência Nacional das Águas após a 6ª Reunião da Sala de Crise da Bacia do Rio Tocantins, realizada por videoconferência na última quarta-feira (27). A defluência foi reduzida para o patamar de 100m³/s entre fevereiro e maio, no intuito de melhorar a segurança hídrica do rio, por meio do aumento do armazenamento de água nas cabeceiras da bacia.

Em sua apresentação, o Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (CEMADEN) abordou a previsão da ausência de chuvas nos próximos 14 dias, exceto chuvas isoladas no norte de Tocantins, o que é normal para esta época do ano na bacia hidrográfica. Além disso, o órgão informou que houve 1550mm pluviométricos na bacia do Tocantins, o que representa um acumulado 13% acima da média histórica na estação chuvosa, que vai de outubro de 2019 a abril de 2020.

Por sua vez, o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) abordou o aumento das vazões naturais que chegaram à UHE entre março e maio, que ficaram respectivamente 23%, 14% e 13% acima da média esperada para esses meses, que considera dados entre 1931 e 2018. As chuvas e escoamento mais favoráveis no último período, associadas à flexibilização da operação do reservatório, permitiram o aumento de água armazenada na usina. Em 27 de maio a hidrelétrica acumulava 37,25% de seus níveis, sendo que um ano antes estava com 22,79%.

Segundo a ANA, a temporada de praias no rio Tocantins começa em 10 de junho e vai até 20 de agosto. Neste ano, devido às medidas de isolamento em vigor, não há previsão para o início da abertura das praias, mas a regulação permanece em vigor, como para as hidrelétricas de Peixe Angical e Lajeado, que devem operar com vazões estáveis para atendimento da Temporada. A próxima reunião da Sala de Crise da Bacia do Rio Tocantins será no dia 23 de junho, às 10h.