Neoenergia reduziu consumo em 58 GWh com ações de eficiência em 2019

Companhia aplicou R$ 50 mi para trocar 800 mil lâmpadas de LED em 220 comunidades em suas concessões, além de entregar refrigeradores de ar e para medicamentos em hospitais na Bahia e Pernambuco

O Grupo Neoenergia investiu um total de R$ 50,5 milhões em programas de eficiência energética durante 2019, o que resultou em uma redução de consumo na ordem de 58 GWh ao ano. A empresa anunciou um compilado com suas principais ações na área nessa sexta-feira, 29 de maio, considerado o dia mundial da energia, destacando a importância do uso consciente e sustentável desse bem e o compromisso no fornecimento energético para seus 14 milhões de consumidores.

Entre os destaques está a substituição de quase 800 mil lâmpadas incandescentes e fluorescentes por LED em comunidades e instituições públicas ou filantrópicas na Bahia, Pernambuco, Rio Grande do Norte, São Paulo e Mato Grosso do Sul. Mais de 220 comunidades foram beneficiadas nos cinco estados, além de quase 900 instituições atendidas. Aliado a essa ação, cerca de 162 prédios públicos e filantrópicos receberam condicionamento de ar, instalação de sistemas fotovoltaicos e outras iniciativas para o aumento da eficiência.

Outro projeto citado é o Vale Luz, que realiza a troca de resíduos por descontos na conta de luz e que contemplou 14 mil famílias através da coleta de 990 toneladas de resíduos. Há ainda programas educativos como o Educação com Energia, que oferece aulas da temática e promove festivais nas escolas da Bahia, Pernambuco e Rio Grande do Norte. No ano passado, 1.102 instituições de ensino foram atendidas, impactando 111.482 estudantes e 5.974 professores.

Ações em meio à pandemia

O escopo de eficiência energética da companhia também integra as ações para o enfrentamento à pandemia. Nos hospitais e unidades de saúde que atendem casos de Covid-19 na Bahia e Pernambuco, a subsidiária da espanhola Iberdrola instalou equipamentos de climatização e refrigeração, assim como lâmpadas LED.

Na Bahia, 95 equipamentos de climatização e refrigeração foram doados e 50 refrigeradores entregues para armazenar medicação nos hospitais e em instituições de apoio em Salvador e mais 23 municípios do estado. A economia energética é estimada em 30%. Já no Pernambuco, foram instalados 27 equipamentos de ar-condicionado, além de 5.000 lâmpadas LED e outros 50 refrigeradores para o armazenamento de medicamentos.