Aneel aprova reajustes de distribuidoras da Região Sul

Novas tarifas entrarão em vigor nos dias 26 e 29 de agosto

Os reajustes tarifários anuais das distribuidoras Cooperaliança, Forcel, Iguaçu Energia, Empresa Força e Luz Urussanga e João Cesa foram aprovados pela Agência Nacional de Energia Elétrica nesta terça-feira, 25 de agosto. As novas tarifas serão aplicadas nos próximos dias 26 e 29.

O maior aumento foi autorizado para a Cooperaliança, que terá reajuste médio de 10% em 29/08, sendo 9,59% em média para a alta tensão e 10,25% na baixa tensão. As novas tarifas da distribuidora, que não aderiu ao empréstimo da Conta Covid, embutem aumentos de 10% na compra de energia, de 3,30% no transporte e de 1,37% nos encargos setoriais.

O reajuste é resultado também da redução de 0,31% no custo de distribuição, do desconto de 0,24% nos componentes financeiros dos próximos 12 meses e da retirada de 4,15% em financeiros do ano anterior. A Cooperaliança atende em torno de 74 mil unidades consumidoras nos municípios de Içara, Balneário Rincão e Jaguaruna, em Santa Catarina.

A Força e Luz Coronel Vivida terá aumento médio de 6,91% a partir de 26 de agosto de 2020. O percentual é o mesmo para os segmentos de alta e de baixa tensão, considerando a média de impacto para as diferentes subclasses de consumidores de empresa.

O resultado do reajuste reflete o aumento de 6,05% nos custos de transporte de energia, pelo fim do desconto na conexão ao sistema da Copel; o crescimento de 5,31% na aquisição de energia e de 1,58% em encargos setoriais; a inclusão de 7,58% em componentes financeiros e a retirada de 13,49% em financeiros que entraram na tarifa no ano passado. A Forcel atende 8 mil unidades consumidoras em Coronel Vivida, Paraná e tem faturamento anual de R$ 20,6 milhões.

Para a Iguaçu Energia foi aprovado aumento médio de 1,07%, com aumento médio a ser percebido de 1,98% na baixa tensão e redução média de 0,60% para os consumidores atendidos em alta tensão. A empresa atende 37 mil unidades consumidoras no município de Xanxerê (SC).

O índice médio autorizado para a Empresa Força e Luz Urussanga a partir de 29 de agosto de 2020 é de 0,06%, sendo 0,12% na alta tensão e 0,02% na baixa tensão. O impacto é resultante da combinação do aumento de 8,24% nas Parcelas A (encargos, transporte, compra de energia) e B (distribuição) da tarifa com a retirada de componentes financeiros (2,83% para os próximos 12 meses e 5,35% que estava na tarifa do último ano). Na parte financeira, o que mais contribuiu para reduzir o impacto foi a antecipação de recursos da Conta Covid, com -2,79%. A Eflul atende cerca de 7 mil unidades consumidoras no município catarinense de Urussanga.

O reajuste da João Cesa ficou em 0,32% em média, com impacto médio de 0,19% para a baixa tensão e 0,81% na alta tensão. A concessionária fornece energia para 3,8 mil unidades consumidoras na cidade de Siderópolis, também em Santa Catarina.