Eletrobras adia desligamentos para janeiro

Em comunicado, empresa aponta preocupações com a pandemia como argumento para o adiamento das demissões

A Eletrobras informou em comunicado ao mercado na noite da última quinta-feira, 27 de agosto, que alterou o cronograma dos desligamentos sem justa causa de empregados das empresas do grupo, postergando-os para a partir de 2 de janeiro de 2021. O motivo são as preocupações da sociedade e de seus empregados em relação à pandemia de covid-19.

Segundo a empresa, com a referida alteração de data, a economia estimada de R$ 251 milhões com os desligamentos poderá ser capturada a partir de 2021. E ainda, que o custo estimado com os desligamentos será de R$ 129 milhões, proporcionando um payback total de 0,51.