Eletrosul desenvolve software para balanço hídrico de usinas

Solução caseira promove automatização das atividades de operação e será utilizada na implementação de quatro hidrelétricas da companhia

A CGT Eletrosul está utilizando um novo software para o balanço hídrico dos reservatórios de suas hidrelétricas controladas pelo Centro de Operação do Sistema. Segundo a companhia, o aplicativo foi desenvolvido por profissionais da empresa e substitui a plataforma contratada para elaboração do Manual do Reservatório durante implantação das usinas Passo São João (RS), São Domingos (MS), João Borges (SC) e Barra do Rio Chapéu (SC).

Os colaboradores Carlos Alberto Ceolato Junior, do Departamento de Tecnologia da Informação, Suprimentos e Infraestrutura, e Daniel Terzella Cardoso e Giselle Andréa Garcez, do Departamento de Produtividade e Qualidade do CSC Unidade Sul, utilizaram a linguagem de programação Java, de acordo com especificação técnica formulada pela equipe da Divisão de Operação do Sistema, num processo que iniciou em fevereiro e aconteceu majoritariamente de maneira remota.

Ao contrário da plataforma usada anteriormente, desenvolvida externamente e com pouca possibilidade de evolução e customização, o Balanço Hídrico é totalmente web e utiliza base de dados corporativa, afirma a companhia, indicando que as medições hidrológicas são obtidas automaticamente do software Scada utilizado na operação das usinas (Sage) e disponibilizadas em um único ambiente, otimizando procedimentos.

A ferramenta também fornece informações ao Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) de forma automática, além de oferecer relatórios detalhados para diferentes perfis de usuário. “A aplicação automatizou as atividades da operação, com leitura e registro dos valores de medições apresentados no Sage a cada hora e com os dados servindo para subsidiar tomadas de decisão quanto à maximização de geração e a segurança da planta”, resume Luiz Celcio Minski, gerente do Centro de Operação do Sistema da CGT Eletrosul.