CGN vai investir R$ 444 mi para expansão de eólicas no Piauí

Projeto envolve adição de 82,8 MW em capacidade instalada no complexo Lagoa do Barro

A CGN Brasil Energia assinou na última semana os principais contratos para obra envolvendo a expansão do complexo eólico Lagoa do Barro (PI – 195 MW), resultante do Leilão de Energia A-6/2019. O projeto envolve o incremento de 82,8 MW em capacidade instalada, por meio de um investimento de R$ 444 milhões.

Em operação desde o final de 2018, o ativo conta atualmente com 65 aerogeradores distribuídos por oito parques em uma área de 2.854 hectares. A companhia informou o início da expansão para dezembro deste ano, com a operação comercial prevista para 2021, provendo uma capacidade anual de geração de energia estimada em 366.000 MWh.

Com sede em Curitiba, a CGN é uma multinacional no segmento de geração, subsidiária da CGN Energy International Holding, resultado do ingresso desta no mercado brasileiro no ano passado, através das aquisições da Atlantic Energias e de projetos eólicos e solares da Enel.