TCDF dá aval para privatização da CEB-D sem aprovação do legislativo

Plenário decidiu por quatro votos a dois. Preço mínimo é de R$ 1,42 bilhão

O Tribunal de Contas do Distrito Federal decidiu nesta quarta-feira, 28 de outubro, que a desestatização da CEB Distribuição não precisa de autorização prévia da Câmara Legislativa local. Por quatro votos a dois, o Plenário do TCDF acolheu o voto do Relator.

No último dia 14, a CEB já havia anunciado que os acionistas aprovaram a venda de 100% das ações representativas pelo preço mínimo de R$ 1,42 bilhão. Já no último dia 15, o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social iniciou o roadshow para apresentar a companhia a potenciais investidores interessados na aquisição e fornecimento de energia elétrica aos consumidores do Distrito Federal. O edital deverá ser publicado em 5 de novembro e a sessão pública do leilão está prevista para 27 de novembro.