Enel RJ tem prejuízo de R$ 53,5 milhões no terceiro trimestre

Investimentos crescem 23,3% no período e chegam a R$ 216,9 milhões

A Enel Distribuição Rio (RJ) teve prejuízo de R$ 53,5 milhões no terceiro período de 2020. No mesmo período de 2019, ela obteve lucro de R$ 115,8 milhões. A receita líquida teve um aumento de 9,8%, saindo de R$ 1,39 bilhão no terceiro trimestre de 2019 para R$ 1,52 bilhão em 2020. O Ebitda de R$ 192,4 milhões mostra que houve uma queda de 30,5%. No trimestre, os investimentos ficaram em R$ 216,9 milhões, crescendo 23,3%. O DEC no trimestre está em 10,58 horas, com melhora de 26,9%. Também houve melhora no FEC de 29,9% no trimestre, ficando em 6,31 vezes.

De acordo com Artur Manuel Tavares, diretor-presidente da Enel Rio, em meio ao cenário desafiador imposto pela pandemia do novo coronavírus, que repercutiu nos indicadores econômico-financeiros, a distribuidora segue ampliando os seus investimentos em linha com o seu direcionamento estratégico de melhorar continuamente a qualidade dos serviços prestados aos seus consumidores, alcançando no final de setembro de 2020 os melhores indicadores operacionais de sua história.

Em nove meses, o prejuízo ficou em R$ 3,94 milhões, contrastando com o lucro de R$ 165,9 milhões. A receia líquida é de R$ 4,49 bilhões mostra aumento de 3,2%. Já o Ebitda da Enel RJ teve um recuo de 18,3%, ficando em R$ 620,1 milhões. O investimentos no ano estão em R$ 616,2 milhões, 32,5% acima do montante até setembro de 2019.