Nissan doa carros elétricos para Faetec-RJ

Veículos serão usados em treinamentos para a qualificação de instrutores e desenvolvimento de cursos

A Fundação de Apoio à Escola Técnica do Estado do Rio de Janeiro ganhou um reforço para os alunos e profissionais da instituição. A fabricante de automóveis Nissan doou dois carros 100% elétricos do modelo mais vendido no mundo, o Nissan LEAF. A entrega foi realizada na última quarta-feira, 25 de novembro, na unidade da Faetec Quintino.

Os veículos serão utilizados em treinamentos técnicos para a qualificação de instrutores especializados e desenvolvimento de cursos voltados para a formação de profissionais capacitados para emergências com automóveis elétricos. De acordo com o govenador em exercício, Claudio Castro, a doação faz parte dos esforços do Governo do Rio de Janeiro em impulsionar a atividade acadêmica, preparando o estado para um novo ciclo de crescimento. A ideia é estimular as vocações e abrir, com as parcerias público-privadas, possibilidades para receber investimento e gerar renda e trabalho.

Para a secretária de Ciência, Tecnologia e Inovação, Maria Isabel de Castro, os carros serão uma ferramenta de fundamental importância para o desenvolvimento os alunos. Segundo ela, a doação significa uma oportunidade para que os estudantes aprendam na prática os sistemas que compõem os veículos, além de outras peculiaridades. Além disso, também abre possibilidades para o crescimento tecnológico no estado. Ainda segundo ela, desse modo o estado terá  profissionais mais capacitados e aptos para entender as demandas do mercado.

O diretor de Relações Governamentais da Nissan do Brasil, Pedro Bentancourt, ressaltou o compromisso da empresa com qualificação e desenvolvimento da mão de obra no país. Bentancourt relata que a empresa tem expertise mundial no desenvolvimento de carros elétricos e se sente orgulhosa em poder compartilhar a tecnologia com a Faetec-RJ. A expectativa dele é que os veículos cumpram a missão de dar asas à imaginação e ao aperfeiçoamento profissional dos jovens. Para o presidente da Faetec, José Carlos Gomes, o ganho pedagógico será comemorado por toda comunidade acadêmica, já que no futuro os modelos elétricos prevaleçam no mercado e o seu uso será um grande benefício para os cursos automotivos.