BNDES libera R$ 191 milhões para energia solar em São Paulo

Valor contemplará a construção de um empreendimento de 90 MW de capacidade instalada no município de Pedranópolis

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) aprovou o financiamento de R$ 191 milhões para construção de três usinas fotovoltaicas que somam 90 MW de capacidade instalada. O projeto será implantado no município de Pedranópolis, no Noroeste de São Paulo, e deverá gerar quase 1.400 empregos. A entrada em operação está prevista para dezembro de 2021.

O Complexo Fotovoltaico Pedranópolis é um investimento da Powertis, empresa de origem espanhola pertencente ao mesmo grupo da fabricante de trackers Soltec Brasil. Esse é o segundo financiamento do BNDES para projetos dessa natureza à empresa. Em outubro, aprovou o crédito para a construção do Complexo Fotovoltaico Araxá (MG), no valor de R$ 194 milhões.

O BNDES informou em seu comunicado que o financiamento está alinhado ao esforço do Plano Nacional sobre Mudanças Climáticas (PNMC) para redução das emissões de gases de efeito estufa. E também vai ao encontro do PNE 2030, com estratégias para expansão de energia econômica e sustentável pelos próximos dez anos.

A linha de crédito foi a BNDES Finem, programa de financiamento acima de R$ 10 milhões voltado a projetos de investimento em geral. O apoio se estende a praticamente todos os segmentos econômicos, tendo como um dos principais critérios de avaliação os benefícios sociais destas iniciativas. As condições financeiras oferecidas também estão associadas às prioridades de apoio do BNDES.