Leilão de LTs: Cteep e Neoenergia levam os maiores lotes, Mez o maior número de projetos

Certame termina com todos lotes negociados. Os consórcios Saint Nicholas I e II, da Mez, arremataram cinco dos 11 lotes colocados em disputa

O único leilão de transmissão do ano foi encerrado há instantes e teve como destaque a participação do Consórcio Saint Nicholas I e II. Esse grupo é formado pelas empresas Mez Energia e Participações e Mez Energia Fundo de Investimentos em Participações em Infraestrutura e levaram 5 lotes por meio de 4 lances, inclusive o de número 3 que apresentou o mais elevado deságio do certame deste ano com 70,35%.

A Neoenergia levou o lote com maior volume de investimentos, o lote 2 com mais de 1 mil km de linhas de transmissão. A Cteep levou o lote 7 com ativos subterrâneos em São Paulo no ABC paulista. A Eletrobras voltou a apresentar lances em leilão com Furnas e a CGT Eletrosul e a Amazonas GT, cada uma em sua região de atuação, mas que não saíram vencedoras. Em disputa viva voz com 16 lances a Energisa ficou com o último lote, no Amazonas, de ativos existentes da Amazonas-GT.

Veja abaixo um resumo do resultado do certame que contou com uma dinâmica diferenciada por conta das medidas de enfrentamento à covid-19. Entre elas a divisão dos lotes em três grupos para restringir o acesso de um grande número de pessoas ao recinto onde ocorreu a disputa e assim garantir o distanciamento social.
Lote 1:

Vencedor: Agronegócio Alta Luz Brasil
Lance:R$ 21.381.227,00
Deságio:61,8%

Ativos:
– LT 500 kV Silvânia – Trindade, C1, com 155 km;
– SE 500 kV Silvânia;
– Trechos de LT 500 kV entre a SE Silvânia e a LT Samambaia – Emborcação, C1, com 2 x 7,14 km;
– Trechos de LT 500 kV entre a SE Silvânia e a LT Samambaia – Itumbiara, C1, com 2 x 14,37 km.

Lote 2:

Vencedor: Neoenergia
Lance:R$ 159.963.000,00
Deságio: 42,6%

Ativos:
– LT 500 kV Morro do Chapéu II – Poções III C1, com 356 km;
– LT 500 kV Poções III – Medeiros Neto II C1, com 329 km;
– LT 500 kV Medeiros Neto II – João Neiva 2 C1, com 282 km;
– LT 230 kV Medeiros Neto II – Teixeira de Freitas II, CD, C1 e C2, com 59 km;
– SE 500/230 kV Medeiros Neto II – (3+1Res) x 100 MVA e Compensação Síncrona (-180/300) Mvar

Lote 3:

Vencedor: Consórcio Saint Nicholas I
Lance: R$ 20.372.701,80
Deságio: 70,35%

Ativos:
– LT 345 kV Norte – Miguel Reale, C3 e C4, com 14,5 km cada (subterrânea).

Lote 4 e 5:

Vencedor:Consórcio Saint Nicholas I
Lance:R$ 52.981.762,05
Deságio:57,35%

Ativos:
– LT 230 kV Porto Alegre 1 – Porto Alegre9 C1, com 9 km (subterrânea);
– LT 230 kV Capivari do Sul – Osório 3, C1,com 28,83 km;
– LT 230 kV Guaíba 3 – Charqueadas 3, C1,10,24 km;
– LT 230 kV Guaíba 3 – Pólo Petroquímico,C1, com 33,07 km;
– SE 525 kV Guaíba 3 – Compensação Estática, 1 x (-180 / + 300) Mvar.
– SE 230/69 kV Charqueadas 3 – 2 x 150MVA;
– Trechos de LT 230 kV entre a SE Charqueadas 3 e a LT Cidade Industrial -Charqueadas, com 1 x 5,46
km (subterrânea). O trecho entre o ponto deseccionamento e a SE Charqueadas será desativado;
– Trechos de LT 230 kV entre a SE Charqueadas 3 e a LT Santa Cruz -Charqueadas C1, com 1 x 5,46 km
(subterrânea). O trecho entre o ponto deseccionamento e a SE Charqueadas será desativado.

e

– SE 230/13,8 kV Porto Alegre 4 – revitalização completa da subestação, com substituição dos
módulos de conexão e barramentos em 230kV e 13,8 kV e novas unidades de transformação
230/13,8kV – 5 x 75 MVA.

Lote 6:

Vencedor:CEEE-GT
Lance:R$ 9.234.372,00
Deságio:63,5%

Ativos:
– SE 230/138 kV Cachoeirinha 3 – (9+1R) x 55 MVA;
– Trechos de LT em 230 kV entre a SE Cachoeirinha 3 e a LT Gravataí 2 – Canoas 2– C1, 2 x 2,5 km;
– Trechos de LT em 230 kV entre a SE Cachoeirinha 3 e a LT Gravataí 2 – Cidade Industrial –
C2, 2 x 2,5 km.

Lote 7:

Vencedor: Cteep
Lance:R$ R$ 68.050.000,00
Deságio:57,94%

Ativos:
– LT 345 kV Miguel Reale – São Caetano do Sul, C1 e C2, com 7,8 km (subterrânea);
– LT 345 kV São Caetano do Sul – Sul, C1 e C2, com 14,5 km (subterrânea);
– SE 345/88 kV São Caetano do Sul x (6+1R) x 133,33 MVA;
– Trechos de LT em 345 kV entre a SE Sul e a LT 345 kV Ibiuna – Tijuco Preto C2, com 9 km

Lote 8:

Vencedor: Consórcio Saint Nicholas II
Lance: R$ 42.500.000,00
Deságio: 67,18%

Ativos:
– LT 345 kV Norte – São Miguel, C1 e C2, com 8,1 km (subterrânea);
– LT 345 kV São Miguel – Ramon, C1 e C2, com 9,1 km (subterrânea);
– SE 345/88 kV São Miguel – (9+1R) x 133,33 MVA.

Lote 9:

Vencedor: Consórcio Saint Nicholas I
Lance:R$ 5.235.353,53
Deságio:60,22%

Ativos:
– SE 230/138 kV Iguatemi 2, 2 x 150 MVA;
– Trechos de LT em 230 kV entre a SE Iguatemi 2 e a LT Guaíra – Dourados C1, 2 x 3 km.

lote 10:

Vencedor:Consórcio BRE6
Lance:R$ 15.100.000,00
Deságio: 66,93%

Ativos:
– LT 230kV Fortaleza II – Dias Macedo II, C1 e C2, com 7,6 km (trechos subterrâneos);
– SE 230/69 kV Dias Macedo II ,3 x 200 MVA.

Lote 11:

Vencedor: Energisa
Lance:R$ 63.000.000,00
Deságio:47,37%

Ativos:
– Revitalização das subestações em 230 kV Manaus, Cristiano Rocha e Lechuga (setor designado à
AmGT);
– Substituição da SE Balbina 230kV em arranjo disjuntor e meio por outra SE nova 230kV em arranjo
barra dupla 4 chaves;
– Substituição do pátio de 69kV em arranjo anel da SE Manaus por outro pátio novo de 69kV em
arranjo BD4 e,
– Empreendimentos novos:
– LT 230 kV Lechuga – Tarumã, CD, C1 e C2, com 12,2 km (trechos aéreos e subterrâneos);
– SE 230/138 kV Tarumã – (6+1Res) x 100 MVA;
– SE 230/69 kV Presidente Figueiredo – 2 x 50 MVA;
– Trechos de LT em 230 kV entre a SE Presidente Figueiredo e os pontos de seccionamento da LT
Balbina – Cristiano Rocha, C1, com 2 x 4,5 km.