BDMG conclui emissão de US$ 50 mi em títulos sustentáveis

Papéis foram adquiridos na Bolsa de NY pelo BID Invest e serão transformados em linhas de crédito para projetos ambientais e sociais em Minas Gerais

O Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG) efetivou na terça-feira, 29 de dezembro, a primeira emissão da história de Títulos Sustentáveis realizada por um banco público brasileiro. O objetivo é o de viabilizar o financiamento de projetos ambientais e sociais no estado em que atua. A operação de US$ 50 milhões ocorreu na Bolsa de Nova Iorque e equivale a cerca de R$ 260 milhões no câmbio atual, sendo adquirida pelo BID Invest – banco multilateral pertencente ao Grupo BID.

Em 2021, os recursos provenientes dos títulos deverão se transformar em linhas de crédito para projetos alinhados aos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS) da ONU, beneficiando não apenas iniciativas ambientais – como já fazem os já consagrados “Títulos Verdes” ou “Green Bonds” – mas também ações sociais, somando saneamento, urbanização, saúde e educação às possibilidades de eficiência energética, energia renovável ou gestão de resíduos.

Em nota, o presidente do BDMG, Sergio Gusmão, classificou os Títulos Sustentáveis como um novo e sofisticado instrumento financeiro para a recuperação econômica via tecnologias ambientalmente amigáveis, estratégia que tem norteado as ações da instituição. Já o Grupo BID no Brasil manifestou-se afirmando ser esse o momento de aproveitar a exigência crescente dos investidores com relação ao bom uso dos seus recursos para mobilizar capital para investimentos estratégicos ao país.