Copel instala 2,8 mil km de rede trifásica em áreas rurais

Resultado é 12% maior que o planejado no ano passado e previsão é de mais 3 mil km de novas redes em 2021

A Copel anunciou que finalizou ainda em 2020 a implementação de 2.807 quilômetros de novas redes de energia elétrica trifásica, resultado que supera em 12% o total planejado para o ano pelo programa Paraná Trifásico, que era de 2,5 mil quilômetros. De acordo com a companhia, estão previstos ainda a construção de mais 3 mil quilômetros de novas redes neste ano, 4,5 mil quilômetros em 2022 e de 5 mil em cada ano, entre 2023 e 2025.

Do montante concluído, 668 quilômetros foram construídos na região Centro-Sul, 646 km na região Leste, 573 km no Oeste e Sudoeste, 501 km no Noroeste e 419 km no Norte do Paraná. Ao todo foram aplicados R$ 261 milhões, marca que ultrapassou os R$ 210 milhões orçados anteriormente.

Além de garantir energia de mais qualidade e com maior segurança, o programa proporciona o acesso do produtor rural à rede trifásica a um custo muito inferior do que é pago atualmente, com a empresa anunciando aporte de R$ 2,1 bilhões para a tecnologia chegar a todos os cantos do estado.

Os novos cabos possuem capa protetora isolante e nível de resistência reforçada quando atingidos por galhos de árvores ou outros objetos. As ações contemplam a retirada dos postes antigos do meio das plantações e colocação de postes novos nas estradas rurais, o que facilita o acesso dos técnicos.

Medidores inteligentes – As novas linhas também possuem conexões inteligentes com a central de monitoramento da rede da companhia, através de religadores automáticos, que têm capacidade para identificar problemas e “abrirem temporariamente” para passagem de eventuais curtos, evitando desligamentos e religando a energia sem precisar de interferência humana.

O programa tem orçamento de R$ 2,1 bilhões e faz parte do maior pacote de investimentos da história da Copel Distribuição, junto à Rede Elétrica Inteligente, com aporte de R$ 820 milhões para implementar medidores inteligentes para 4,5 milhões de Unidades Consumidoras e às novas subestações em implementação. A instalação da tecnologia acontecerá em 73 cidades das regiões Centro-Sul, Sudoeste e Oeste do Paraná, com benefício direto a 1,5 milhão de paranaenses ou 462 mil UCs.