CCEE encerra 2020 com 10.734 agentes

Número de migrações ficou em 1.732 do ACR para o ACL e no total o número de associados aumentou 19% na comparação com o ano anterior

A Câmara de Comercialização de Energia Elétrica viu o seu número de associados crescer 19% em 2020. A entidade encerrou o ano com 10.734 agentes. O resultado foi impulsionado pela nova onda migratória de consumidores para o mercado livre, que alcançou a segunda maior marca da história.

No total, apontou a entidade, foram 1.732 migrações de consumidores do Ambiente de Contratação Regulado no ano, somando 1.618 especiais e 114 livres. Isso levou a um crescimento de 23% no número de consumidores especiais, que já são 7.556. O volume de consumidores livres, por sua vez, teve evolução de 11%, chegando a 1.023.

Além disso, houve adesão de 66 novas comercializadoras, totalizando 397 empresas, uma elevação de 16% ante o final de 2019. E ainda, 155 produtores independentes de energia, um crescimento de 14,8%, levando o número total para 1.590 PIEs. Também foram registrados seis autoprodutores, que agora somam 78, e um gerador a título de serviço público.

A CCEE fechou o ano com 26 comercializadores varejistas habilitados para atuação. E ainda há outras 32 solicitações sob análise.

A expectativa da câmara é de que em 2021 os números continuem em expansão. No início do ano, já eram registrados 1.104 processos de adesão em andamento. São 842 consumidores especiais, 49 de consumidores livres, 76 comercializadores, 116 produtores independentes, 11 geradores, seis distribuidores e quatro autoprodutores.