Eólicas tem 39,8 MW liberados para operação comercial

Aneel também autorizou operação comercial da UTE Ipiranga com 0,891 MW

A Agência Nacional de Energia Elétrica liberou as unidades geradoras UG1 a UG8, de 2,35 MW cada, totalizando 18,8 MW de capacidade instalada, da usina EOL Corrupião 2. Localizada no município de Pindaí, no estado da Bahia, a usina é de titularidade da Eólica Pindaí II Geração de Energia Ltda. Também foram liberadas as UG5 a UG7, de 4,2 MW cada, totalizando 12,6 MW de capacidade instalada, da EOL Serrote VII. Localizada no município de Trairi, no estado do Ceará, a usina é de titularidade da Serrote VII Geração de Energia Elétrica S.A.

A agência reguladora também liberou as unidades Geradoras UG1 e UG2, de 4,2 MW cada, totalizando 8,4 MW de capacidade instalada, da EOL Serrote VIII. Localizada no município de Trairi, no estado do Ceará, de titularidade da Serrote VIII Geração de Energia Elétrica S.A.. Por último, foram liberadas as UG1 a UG3, de 0,297 MW cada, totalizando 0,891 MW de capacidade instalada, da UTE Ipiranga – CGA. Localizada no município de Santo Antônio do Içá, no estado do Amazonas, de titularidade da Aggreko Energia Locação de Geradores Ltda. O início da operação comercial de todas as unidades geradoras será a partir de 09 de abril de 2021, segundo informações do Diário Oficial da União.