MME inicia elaboração de diretrizes do Programa Nacional do Hidrogênio

Pesquisa deve levar em consideração o mercado de hidrogênio e a priorização para investimentos em pesquisa e inovação

O Ministério de Minas e Energia (MME) vai dar início a uma pesquisa para elaboração das diretrizes do Programa Nacional do Hidrogênio. Segundo informou a pasta, o estudo deverá ser realizado em até 60 dias, juntamente com os ministérios da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI) e do Desenvolvimento Regional (MDR), além do apoio técnico da Empresa de Pesquisa Energética (EPE).

A determinação é do Conselho Nacional de Política Energética (CNPE) e aponta que as diretrizes devem levar em consideração o desenvolvimento do mercado de hidrogênio no Brasil e a inclusão como um dos temas prioritários para investimentos em pesquisa e inovação.

O estudo precisa também contemplar o potencial do hidrogênio, apreender o interesse na cooperação internacional para o desenvolvimento tecnológico e de mercado para produção e uso energético do hidrogênio.

A resolução também indica outras questões a serem consideradas, como a diversidade de fontes energéticas disponíveis no país para a produção de hidrogênio, as tecnologias já desenvolvidas e em desenvolvimento, as aplicações do hidrogênio na economia, o potencial de demanda interna e para exportação e papel do Brasil no tema “Transição Energética”.