Falta de investimento em bacias hidrográficas é a causa da crise hídrica, diz ministro

Bento Albuquerque defende a privatização da Eletrobras para que aportes voltem e deem segurança energética ao setor

O Ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, disse que a crise hídrica que o Brasil vive se deve a falta de investimentos em bacias hidrográficas. Segundo o ministro, esses investimentos são necessários porque a geração hidrelétrica representa 65% da matriz elétrica.

“Estamos vivendo uma crise hídrica que o país já passou, pior do que 2001, muito por conta de investimento em nossas bacias, que são fundamentais para a preservação dos nossos reservatórios. Com o processo de capitalização, vamos poder investir R$ 9 bilhões nessas bacias hidrográficas que serão fundamentais para termos condições de desenvolvimento sustentável do país” afirmou o ministro, que participou de evento na noite desta quinta-feira, 10 de junho.

Bento Albuquerque defende que o Brasil precisa de um mercado mais competitivo para realizar os investimentos que o Brasil precisa, mas a Eletrobras hoje não tem capacidade financeira de fazer os aportes necessários para o setor.

“Nos próximos 10 anos teremos investimento de na ordem de R$ 370 bilhões. A Eletrobras desde 2014 não participa de nenhum leilão de geração e transmissão porque perdeu sua capacidade de investimento”.