Altieri vê espaço para repotenciação de usinas hidrelétricas

Para presidente do CA da CCEE, essas melhorias têm um custo muito baixo em comparação com a implantação de novas plantas energéticas e contribui para a segurança energética

O presidente do Conselho de Administração da Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE), Rui Altieri, afirmou que o Brasil tem um espaço muito grande para repotenciação de usinas hidrelétricas a um custo muito baixo.

Na avaliação de Altieri, mesmo com o avanço da geração a partir das fontes eólica e solar, os ativos hídricos continuarão por bastante tempo a ter participação relevante na matriz elétrica brasileira, o que exigirá melhor aproveitamento e flexibilidade do parque gerador disponível.

Segundo Altieri, essas melhorias têm um custo muito baixo em comparação com a implantação de novas plantas energéticas e contribui para a segurança energética. “Temos um grande espaço para repotenciação de usinas hidrelétricas. Fizemos um levantamento e usinas que não se viabilizaram com a energia agora vão se viabilizar com esse leilão de capacidade e dar uma contribuição para a segurança do sistema no momento de maior precisão”, diz o executivo, que participou de evento on-line promovido pela Megawhat nesta quinta-feira, 30 de junho.

Isso porque a expansão do sistema atualmente está fortemente assentada nas fontes solar e eólica. “Não estamos construindo grandes hidrelétricas. Hoje no Brasil temos apenas uma hidrelétrica em construção, que é São Roque”.