Energia distribuída pela EDP aumenta 16% no segundo trimestre

Levantamento também aponta crescimentos de 10,5% e 9,3% para as concessões de São Paulo e Espírito Santo ao longo do primeiro semestre

A EDP Brasil aumentou em 16% o volume de energia distribuída em suas duas concessões ao longo do segundo trimestre desse ano, sendo 18% em São Paulo e 13,2% no Espírito Santo, informa o levantamento operacional da empresa, que conta também com dados semestrais, apontando respectivamente incrementos de 10,5% e 9,3% para as distribuidoras.

A companhia apresentou elevação de 2,5% no número de novos clientes e de 29,4% no número de clientes livres no trimestre, sendo 233 clientes na EDP SP e 111 na EDP ES, em função das migrações dos consumidores cativos para o ambiente de contratação livre.

Considerando as empresas consolidadas, o volume de energia vendida atingiu 1.707 GWh, aumento de 5,2% decorrente do resultado na Energest (+146,1 GWh), resultante do aumento dos contratos bilaterais estabelecidos no período, e minimizado pela menor contratação de energia em Lajeado (-66,4 GWh). No semestre, o volume foi de 3.254 GWh, crescendo 1,2% e a geração total atingiu 3.671 GWh.

O GSF médio no trimestre foi de 99,06%, resultando em uma exposição de 18,7 GWh7 ao PLD médio de R$ 229,4/MWh para o SE/CO. No semestre, o risco hidrológico médio representou 91,56% e uma exposição de 255 GWh ao PLD médio de R$ 201/MWh.