Enel fecha contrato para suprir 170 lojas da Renner com energia eólica

Companhia atenderá quase metade das unidades da marca através do complexo Fontes dos Ventos II (99 MW – PE), além do novo centro de distribuição em SP

A Enel fechou um contrato com a Lojas Renner para suprir a demanda energética de 170 lojas e do seunovocentro de distribuição (CD) em construção na cidade de Cabreúva (SP), a partir do complexo eólico Fontes dos Ventos II, um projeto de US$ 84 milhões e 99 MW da Enel Green Power em implementação no município de Tacaratu (PE), na bacia do rio São Francisco.

Com o acordo a expectativa é que 80% do consumo corporativo da rede varejista  passe a ser atendido por fontes renováveis de baixo impacto, cinco pontos acima da meta de 75% estabelecida para o fim de 2021 em compromisso público. Considerando só as lojas, 40% de toda demanda da marca no Brasil será suprido com o volume previsto no contrato com a elétrica.

Atualmente a Renner já consome energia de fazendas solares e de pequenas centrais hidrelétricas, com a nova parceria significando mais diversificação para sua matriz energética. E agora por meio da Enel Trading, firma contratos com duração de 15 anos na modalidade PPA (Power Purchase Agreement) para a compra da energia limpa.

A varejista também fechou acordos com a Enel Green Power para ter acesso a certificados internacionais de energia renovável (I-REC’s) que atestam a origem da energia prevista no acordo.

Em maio de 2020, a geradora recebeu a outorga da Aneel para implantar o parque eólico e a previsão é de que a usina entre em operação comercial em dezembro deste ano, com volume máximo previsto no contrato com Renner de 11,3 MWm, equivalente a um consumo de 100 GWh/ano.