Compass inicia construção do Terminal de Regaseificação de São Paulo

Cosan, que também controla a Raízen, anunciou ainda que fez o IPO da subsidiária

A Compass Gás e Energia, controlada da Cosan, deu início à construção do empreendimento Terminal de Regaseificação de São Paulo (TRSP), no Porto de Santos. O terminal terá capacidade de regaseificação nominal licenciada de 14 milhões de m³/dia e capacidade de armazenamento de 173 mil m³ de gás natural liquefeito (GNL).

O investimento é estimado em aproximadamente R$ 700 milhões e o prazo estimado para construção é de 20 meses. A previsão é que o terminal opere em um modelo de afretamento da Floating Storage and Regasification Unit (FSRU), embarcação especializada na regaseificação do GNL.

Raízen – A Cosan também informou que fez o IPO de sua subsidiária Raízen. O Conselho de Administração da Raízen aprovou a fixação do preço de alienação por ação preferencial no valor de R$7,40.

A Cosan informou ainda que, foram subscritas 810.811.000 ações preferenciais, no valor total de R$ 6.000.001.400,00, e foram sobrealocadas 121.621.650 ações preferenciais, no valor total de R$900.000.210,00, para fins das atividades de estabilização.