Lucro da Light chega a R$ 364 mi no terceiro trimestre

Ebitda cai 29,6% para R$ 413,1 milhões e distribuidora diminui perdas e registra melhor desempenho operacional dos últimos 20 anos

A Light encerrou o terceiro trimestre com lucro líquido de R$ 363,9 milhões, mais do que o dobro dos R$ 136 milhões embolsados no mesmo período do ano passado, segundo resultados financeiros apresentados pela companhia na noite da última quinta-feira, 11 de novembro.

A receita líquida atingiu R$ 3,9 bilhões, volume superior aos R$ 3,1 bilhões ante o mesmo trimestre de 2020. Já o Ebitda Ajustado consolidado fechou em R$ 413,1 milhões, 29,6% abaixo dos R$587,3 milhões registrados no ano passado. A dívida líquida cresceu 13,6%, chegando a pouco mais de R$7 bilhões.

O mercado total de energia ficou em 5.704 GWh, 314 GWh ou 5,2% inferior ao mesmo período do ano passado. O consumo cativo computou 3.484 GWh, redução de 7,7%, e o dos clientes livres cresceu 10,8% para 1.985 GWh. A companhia conseguiu diminuir em 198 GWh as perdas totais sobre a carga fio (12 meses) pelo segundo trimestre consecutivo e apresenta indicador de 26,67%.

Já os indicadores de qualidade da distribuidora atingiram os melhores resultados nos últimos 20 anos, ficando abaixo dos limites estabelecidos pela Aneel. O DEC encerrou o trimestre em 17% (-1,36h) abaixo do limite de 8,02 horas e o FEC em 27% (-1,37x) abaixo do limite de 5,15x.