CCEE registra mais de 12 mil agentes e 10 mil consumidores associados

Volume cresceu 14,6% na comparação com outubro de 2020

A Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE) superou em outubro deste ano a marca de 12 mil agentes, resultado que reforça a relevância da organização para o desenvolvimento de mercados de energia no país. O volume cresceu 14,6% na comparação com o mesmo mês em 2020, quando somava 10.507 associados.

A alta pode ser explicada pela ampliação do próprio mercado livre, no qual empresas de grande porte negociam contratos diretamente com geradores ou por intermédio de comercializadoras. No fechamento do mês passado, a instituição contava com o registro de 8.625 consumidores especiais e 1.125 livres, com aumentos de 17,1% e 11,3% frente ao ano anterior.

Também houve crescimento no número de comercializadoras habilitadas para atuação na entidade, passando de 389 em outubro de 2020 para 451 em 2021. Bem como do total de geradoras, que saltaram de 1.692 para 1.786. Atualmente, a CCEE conta ainda com a participação de 52 distribuidoras de energia.

Em consonância com a expansão da carteira de agentes, cada vez mais equipamentos para medir o consumo e a geração de energia são cadastrados na organização, que registra atualmente mais de 34 pontos de medição e 46 mil medidores registrados.