Climatempo publicará artigo de renováveis no Encontro Anual da Sociedade Americana de Meteorologia

O LABS conta com um time multidisciplinar que têm como grande objetivo desenvolver soluções inovadoras e superar desafios no setor de energia nacional

A necessidade de um mundo mais sustentável tem ficado cada vez mais claro, especialmente quando as mudanças climáticas que poderão ocorrer são tão evidentes e podem impactar gravemente o planeta no futuro. É com essa ideia que a Climatempo divulga seu novo Boletim Café com Ciência – Artigo aceito no Encontro Anual da Sociedade Americana de Meteorologia, que já está disponível na Biblioteca do Portal CanalEnergia.

A Climatempo construiu, em 2015, um Laboratório de Pesquisa e Desenvolvimento (LABS), que está localizado no Parque Tecnológico de São José dos Campos. O LABS conta com um time multidisciplinar que vai desde meteorologistas, data science a engenheiros que têm como grande objetivo desenvolver soluções inovadoras e superar desafios no setor de energia nacional. Eles são capazes de observar que já estamos sofrendo com diversos tipos de impactos possivelmente causados pelas mudanças no clima.

De acordo com o boletim, o último relatório do Painel Intergovernamental de Mudanças Climáticas (IPCC) já evidenciou um aquecimento global de 1,6ºC sobre o continente associado a emissões de gases do efeito estufa. Ainda de acordo com o IPCC, o setor de energia, de maneira geral, é um dos maiores emissores de gases do efeito estufa e, portanto, cada vez mais se torna necessária a transição para uma matriz energética renovável.

Devido à essas mudanças, o setor eólico brasileiro vem crescendo exponencialmente na última década e deverá continuar crescendo nos próximos anos. Desta maneira, o laboratório de Pesquisa e Desenvolvimento da Climatempo (Labs) está publicando mais um artigo, dessa vez no 102º Encontro Anual da American Meteorological Society (AMS) com o objetivo de avaliar o vento obtido por meio de diferentes conjuntos de dados de reanálise para auxiliar o planejamento, operação e manutenção das empresas com geração de energia eólica.

Os estudos realizados, de acordo com a Climatempo, são muito importantes para se obter uma série de dados completos, sem falhas e confiável para que o setor elétrico nacional possa entender melhor a variabilidade climática do vento no passado e no presente, o que contribui diretamente para o gerenciamento da operação e manutenção de parques eólicos.

Para saber mais detalhes do boletim, acesse o portal da Climatempo e nossa Biblioteca, além de acompanhar as novidades, toda quarta-feira, ao vivo, no CanalEnergia Live.