Governo confirma indicação de Feitosa para a Aneel

Nomes para ocupar as outras vagas que se abrirão este ano também foram publicados no Diário Oficial da União

O Palácio do Planalto enviou ao Senado as indicações para a diretoria da Agência Nacional de Energia Elétrica, confirmando o nome de Sandoval Feitosa para o cargo de diretor-geral da autarquia. Feitosa vai substituir Andre Pepitone, que deixa o cargo esse ano e deve ocupar uma diretoria em Itaipu.

Também foram confirmados Hélvio Guerra, que ocupa um mandato tampão na Aneel, e Agnes da Costa, chefe da assessoria especial de assuntos regulatórios do Ministério de Minas e Energia. A assessora do MME ficará no lugar de Elisa Bastos Silva, que terá mandato até 2 de dezembro.

Os dois últimos nomes são Ricardo Lavorato Tili, que vai ocupar a vaga aberta com o término do mandato de Sandoval Feitosa em 24 de maio; e Fernando Luiz Mosna Ferreira da Silva, que substituirá Efrain Pereira da Cruz, cujo mandato termina em 13 de agosto.

Pacote

Os nomes da Aneel estão em um pacote de indicações para órgãos reguladores. As mensagens do presidente Jair Bolsonaro foram publicadas no Diário Oficial da União desta segunda- feira 4 de abril. Todos terão de passar por sabatina no Senado.

Para a Agência Nacional de Água e Saneamento Básico foi indicado Mauricio Abijaodi Lopes de Vasconcelos. Para a Agência Nacional do Petróleo, Gás Natual e Biocombustíveis os nomes são os seguintes: Symone Santana Araujo, Tabita Yaling Cheng, Cláudio Jorge Martins de Souza, Daniel Maia Vieira.

Há ainda indicações para as agências de Transporte Aquaviário (Antaq), de Saude Suplementar (ANS), de Vigilância Sanitária (Anvisa) e de Mineração (ANM); para o Conselho Administrativo de Defesa Econômica e para a Comissão de Valores Mobiliários. Os nomes foram resultantes de negociação com a base aliada no Congresso Nacional.