Enel CE e Equatorial AL terão mais R$185 mi do novo empréstimo

Redivisão de valores não usados nos processos tarifários da Light e de 13 cooperativas foram realocados pela Aneel às duas distribuidoras

A Agência Nacional de Energia Elétrica vai redistribuir para a Enel Ceará e a Equatorial Alagoas R$ 185,2 milhões em recursos do empréstimo da Conta Escassez Hídrica que iriam para a Light e 13 permissionárias de distribuição. Esses recursos ficaram disponíveis por não terem sido utilizados no processo de revisão da concessionária fluminense e nos reajustes de cooperativas de eletrificação rural.

Para a Enel CE foram alocados R$136,3 milhões, com uma redução tarifária potencial de 2,11%. No caso da Equatorial AL, o valor é de quase R$49 milhões e pode amortecer a tarifa em 2,22%.

A distribuidora cearense teve seu processo tarifário aprovado  na reunião semanal da Aneel desta terça-feira, 19 de abril, pouco depois que a agência reguladora aprovou em reunião extraordinária a realocação da parcela do financiamento destinada a diferimentos tarifários.

Os valores foram redistribuídos como limites máximos passíveis de serem utilizados nos processos tarifários das duas empresas contempladas. Inicialmente, a Aneel tinha incluído Coelba, Cosern e Energisa Sergipe, que também tiveram os reajustes anuais aprovados hoje, além da Celpe (PE), cujo processo deve ser deliberado no dia 26. Como não houve interesse, elas foras excluídas da divisão.