Equatorial aprova captação de R$ 1,65 bi

Recursos serão levantados junto ao mercado por meio da emissão de debêntures para a Equatorial Pará e Equatorial Maranhão, sendo a maior parte para a primeira

A Equatorial Energia aprovou a emissão de debêntures para duas das suas distribuidoras no Maranhão e no Pará. O valor que a empresa autorizou soma R$ 1,65 bilhão em papéis com valor de R$ 1 mil cada. A deliberação ocorreu em reunião do conselho de administração das empresas.

O maior valor, R$ 1,35 bilhão, é destinado à Equatorial Pará por meio da 6a emissão de debêntures simples, não conversíveis em ações. O prazo desses papeis é de seis anos e estão previstas a incidência de juros remuneratórios correspondentes a 100% da variação acumulada das taxas médias diárias dos Depósitos Interfinanceiros de um dia, “over extra grupo” acrescida de spread de um determinado percentual a ser definido de acordo com o procedimento de bookbuilding, limitado a uma taxa máxima de 1,40%, base de 252 dias úteis.

Os R$ 300 milhões restantes serão destinados à concessionária do Maranhão por meio da 9a emissão de debêntures não conversíveis em ações. O valor nominal unitário é de R$ 1 mil com seis anos de prazo e ainda com os mesmos termos da emissão da distribuidora paraense.