Produção da Omega Energia recua no mês de abril

No acumulado do ano geração continua acima do plano

A Omega Energia divulgou nesta segunda-feira, 23 de maio, que registrou um total de 416,6 GWh de produção de energia em abril de 2022, uma queda em relação aos 503,5 GWh de março. De acordo com a companhia, o quarto mês do ano teve uma geração menor do plano por incidência de recursos abaixo das médias históricas principalmente em Chuí, porém no acumulado do ano continua com uma geração acima do plano.

Com isso, o Complexo Delta (responsável pelos ativos Delta Piauí e Maranhão) registrou 82,5 GWh em abril contra os 81 GWh de março. Já o Complexo Bahia (responsável pelos ativos Assuruá 1, 2, 3 e Ventos da Bahia 1 e 2) registou 157,1 GWh, ficando abaixo dos 179,1 GWh do mês anterior. Por outro lado, o Complexo SE/CO (responsável pelos ativos de Pipoca, Serra das Agulhas, Indaiás, Gargaú e Pirapora) apresentou 71,9 GWh no mês de abril. Já em março alcançou os 88,3 GWh. Contudo, o Complexo Chuí (responsável pelos ativos da Santa Vitória do Palmar e Hermenegildo) registrou 104,9 GWh, abaixo dos 155,1 GWh do mês anterior.

Segundo a Omega, a companhia conseguiu manter o guidance de produção de energia para 2022, tendo em vista que o segundo trimestre é um período de alta volatilidade de incidência de recursos.