Comerc prevê R$ 6 bi de investimento em energia renovável até 2023

Companhia espera que a geração renovável, solar e eólica, se torne responsável por aproximadamente ¾ da geração de caixa da empresa a partir de 2024

Após anunciar a aquisição das usinas solares da Energea e do BTG Pactual, o Grupo Comerc Energia pretende investir cerca de R$ 6 bilhões para aumentar a sua capacidade de geração de energia solar até o final de 2023, focada nos mercados de Energia Distribuída e Centralizada (grandes usinas).

A companhia espera que a geração renovável, solar e eólica, se torne responsável por aproximadamente ¾ da geração de caixa da empresa a partir de 2024, após a conclusão de todos os projetos de seu plano atual.

Segundo o CEO do Grupo Comerc Energia, Andre Dorf, o foco em energia solar está em linha com o business plan estabelecido pela empresa e o seu incremento impulsionará os negócios. “Até 2020, a Comerc era voltada à prestação de serviços de energia para clientes, mas não tínhamos ativos de geração no Grupo. Isto mudou em 2021, após as associações da empresa com a Perfin Investimentos e a Vibra Energia, que além da capitalizar o Grupo, trouxeram expertise, investimentos em usinas e projetos eólicos e solares, além de um portfólio de clientes que impulsionou nossos negócios”, disse.

Com isso, os investimentos nas plantas solares possibilitarão uma ampliação da oferta de serviços. “Ainda que o setor elétrico brasileiro seja maduro, a evolução tecnológica, regulatória e de comportamento do consumidor traz novos temas e soluções para a agenda e aponta para um cenário bastante positivo no mercado de energia brasileiro”, ressaltou Dorf, acreditando que quanto mais soluções sustentáveis de energia a empresa puder oferecer, melhor o panorama de crescimento.