Cotesa fecha contrato para cadeias de isoladores em LTs de Furnas

Acordo prevê substituição de 1,4 mil equipamentos em 12 ativos da estatal até 2025

A Cotesa Engenharia anunciou que irá substituir 1421 cadeias de isoladores de vidros, entre suspensão e ancoragem, em ativos de Furnas até 2025. Serão 12 Linhas de Transmissão de 138kV a 345kV, entre as regiões de Petrópolis (RJ) a Viana (ES). As trocas começaram em 18 de abril, a partir de métodos ao potencial e à distância, realizadas por uma equipe de nove eletricistas, um supervisor e um técnico em Segurança do Trabalho.

Antes de iniciar os trabalhos, a empresa passou pela etapa de validação das instruções e procedimentos de trabalho em Linha Viva, tanto na teoria quanto na prática. Foram duas semanas de validação no centro de treinamento da estatal em Fronteira (MG), tornando-se a primeira companhia contratada e apta a realizar trabalhos em LV nos ativos de Furnas.

À distância os eletricistas realizam as manobras sem contato direto com as partes energizadas, utilizando bastões isolantes e trabalhando fora do potencial dos cabos condutores. Já no método ao potencial, o eletricista tem contato direto com o condutor em manutenção, devendo utilizar roupa condutiva e o acesso sendo realizado através de materiais isolantes, como cesto aéreo, escada ou andaime para que se mantenha isolado do potencial de terra.