Fonte solar ultrapassa 17 GW na matriz

Levantamento da Absolar aponta que segmento fotovoltaico angariou mais de R$ 90 bilhões em investimentos no Brasil desde 2012

O Brasil ultrapassou a marca de 17 GW de potência instalada na fonte solar, somando as usinas de grande porte e os sistemas de geração própria em telhados, fachadas e pequenos terrenos, informa o último levantamento da Absolar. A equivalência chega a 8,4% da matriz elétrica nacional, ocupando o terceiro lugar, à frente das termelétricas movidas a gás natural e biomassa.

De acordo com a entidade, a tecnologia fotovoltaica já trouxe ao país mais de R$ 90,5 bilhões em novos investimentos, R$ 24,6 bilhões em arrecadação aos cofres públicos, além de ter gerado mais de 514 mil empregos acumulados desde 2012. Com isso, também evitou a emissão de 25,5 milhões de toneladas de CO2 na geração de eletricidade.

São aproximadamente 5,3 GW de potência instalada em usinas solares de grande porte, com mais de R$ 27,3 bilhões em novos aportes nesse tipo de empreendimento. Já na autogeração são mais de 11,9 GW e cerca de R$ 63 bilhões em investimentos desde 2012, espalhados pelas cinco regiões do Brasil. A fonte utilizada atualmente em 98% de todas as conexões, liderando com folga o segmento.