Olá, esse é um conteúdo exclusivo destinado aos nossos assinantes
Para continuar tendo acesso a todos os nossos conteúdos, escolha um dos nossos planos e assine!
Redação
de R$ 47,60
R$
21
,90
Mensais
Notícias abertas CanalEnergia
Newsletter Volts
Notícias fechadas CanalEnergia
Podcast CanalEnergia
Reportagens especiais
Artigos de especialistas
+ Acesso a 5 conteúdos exclusivos do plano PROFISSIONAL por mês
Profissional
R$
82
,70
Mensais
Acesso ILIMITADO a todo conteúdo do CANALENERGIA
Jornalismo, serviço e monitoramento de informações para profissionais exigentes!

A Ecom Energia vai formar e selecionar 1.000 representantes regionais para atuação no mercado livre de energia em todo o país até o fim do ano. O curso será realizado online pela Ecom e poderá ser assistido de qualquer região do Brasil, entre os dias 28 e 29 de junho. As inscrições podem ser feitas pelo link e nas redes sociais da Ecom.

A imersão gratuita vai colocar no mercado consultores habilitados a dar acesso a empresas como supermercados, padarias e centros comerciais ao mercado livre de energia, aproveitando o potencial comercial dos profissionais e gerando renda no local. Em uma análise de potencial de mercado, a empresa estima que os agentes Ecom poderão receber até R$ 50 mil em comissão em um único projeto. Eles contarão com o suporte do time técnico e comercial, além de uma plataforma exclusiva desenvolvida pela própria Ecom para realização das propostas.

O curso não requer formação universitária específica e terão preferência os profissionais que já atuam na área comercial para serviços voltados para empresas, instalações elétricas, manutenção de equipamentos e ar condicionado, painel solar e eletricistas em geral.

O curso vai capacitar profissionais para início imediato e será ministrado por especialistas das áreas técnica, comercial e regulatória da Ecom em módulos sobre regulação, cenário de mercado, comercialização e soluções de energia. A companhia quer conquistar um portfólio de 40 MW médios no total ainda este ano. Hoje, no atacado, a comercializadora negocia 700 MW médios. Até 2027, o objetivo da Ecom é ter 15% do mercado livre varejista, o que significa entre 15 mil e 20 mil clientes, com 300 MW médios negociados.