Olá, esse é um conteúdo exclusivo destinado aos nossos assinantes
Para continuar tendo acesso a todos os nossos conteúdos, escolha um dos nossos planos e assine!
Redação
de R$ 47,60
R$
21
,90
Mensais
Notícias abertas CanalEnergia
Newsletter Volts
Notícias fechadas CanalEnergia
Podcast CanalEnergia
Reportagens especiais
Artigos de especialistas
+ Acesso a 5 conteúdos exclusivos do plano PROFISSIONAL por mês
Profissional
R$
82
,70
Mensais
Acesso ILIMITADO a todo conteúdo do CANALENERGIA
Jornalismo, serviço e monitoramento de informações para profissionais exigentes!

A Copel informou em comunicado ao mercado que convocou Assembleia Geral Extraordinária para o dia 10 de agosto. Na pauta dessa AGE estão a eleição dos membros do Conselho de Administração para completar o mandato 2023-2025; a deliberação sobre o enquadramento dos Conselheiros de Administração eleitos e a eleição de membros do Conselho Fiscal para completar o mandato 2023-2025. Na última segunda-feira, 10 de julho, a AGE da Copel aprovou a capitalização que irá culminar com a privatização da empresa.

De acordo com a Copel, o Conselho de Administração tomou conhecimento das renúncias dos membros do CA Jorge Eduardo Martins Moraes, eleito por voto múltiplo, e de Maria Carmen Westerlund Monteara, eleita por votação em separado dos acionistas preferencialistas, além da saída do Conselho Fiscal de Marco Aurelio Santos Cardoso e Victor Pina Dias. Com isso, o CA nomeou Jacildo Lara Martins e Geraldo Corrêa de Lyra Junior como Conselheiros de Administração,  conforme indicação do acionista BNDESPar. Para o conselho fiscal, o mesmo acionista indicou Osmar Ribeiro de Almeida Junior e Juliana Picoli Agatte.

Os membros eleitos servirão até a realização da AGE  Com a renúncia de Jorge Eduardo Moraes, a assembleia geral deverá eleger, em sua próxima reunião, todos os membros do CA eleitos pelo voto múltiplo, com exceção de Fausto Augusto de Souza, representante dos empregados e de Lúcia Maria Martins Casasanta, eleita por votação em separado pelos acionistas minoritários titulares de ações ordinárias. Até a realização da AGE, os membros efetivos renunciantes do conselho fiscal serão substituídos pelos respectivos suplentes.