Olá, esse é um conteúdo exclusivo destinado aos nossos assinantes
Para continuar tendo acesso a todos os nossos conteúdos, escolha um dos nossos planos e assine!
Redação
de R$ 47,60
R$
21
,90
Mensais
Notícias abertas CanalEnergia
Newsletter Volts
Notícias fechadas CanalEnergia
Podcast CanalEnergia
Reportagens especiais
Artigos de especialistas
+ Acesso a 5 conteúdos exclusivos do plano PROFISSIONAL por mês
Profissional
R$
82
,70
Mensais
Acesso ILIMITADO a todo conteúdo do CANALENERGIA
Jornalismo, serviço e monitoramento de informações para profissionais exigentes!

A Neoenergia informou em comunicado ao mercado nesta terça-feira, 17 de outubro, o fechamento da transação de venda da UHE Baguari (MG – 140 MW) para a Eletrobras, em que ela transferiu à Baguari Energia S.A. as ações ordinárias representativas de 100% do capital social total e votante da Baguari I Geração de Energia Elétrica S.A. por R$ 453.982.064,74, encerrando a sua participação no Consórcio UHE Baguari. A transação concluída em duas etapas totalizou R$ 875 milhões.

Com a transação, a Eletrobras passa a ter 100% do capital social de Baguari I e Baguari Energia, que juntas compõem o Consórcio Baguari, que explora a hidrelétrica, agregando um Ebitda de aproximadamente R$ 126 milhões.

De acordo com a Eletrobras, Baguari tem garantia física de 82 MW med, com prazo de concessão até março de 2046. O ativo possui contratos no ambiente regulado para cerca de 90% da garantia física até o final de 2039, a um valor de R$ 305/MWh. Ainda segundo a Eletrobras, Baguari ainda conta com seguro de GSF SP 97, contribuindo para maior previsibilidade de fluxo de caixa. No segundo trimestre de 2023, as empresas da UHE Baguari tinham caixa líquido de R$ 88 milhões.